Coleção das Crianças Daqui - MCB

15:15:00

Coleção das Crianças Daqui - MCB





O Museu da Casa Brasileira realiza o lançamento da Coleção das Crianças Daqui, que traz histórias do cotidiano de crianças de diferentes estados brasileiros e suas relações com o mundo que as cerca, resultado de dois anos de viagens, pesquisa, escrita e ilustração da autora Roberta Asse. O evento tem entrada gratuita e acontece no dia 12 de setembro, das 14h às 18h. Durante o lançamento, às 15h, haverá um show de músicas inspiradas nas histórias dos oito livros da série, com Beto Villares, Siba, Antonio Loureiro e Ari Colares e a participação do Coral de Crianças Guelinhas.

Para elaborar a Coleção, que conta com patrocínio da Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco, Roberta Asse passou, entre 2013 e 2015, por Minas Gerais, Bahia, Tocantins, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Pará, onde conheceu diversas infâncias. “Nas histórias da coleção, os personagens são inspirados em brasileirinhos de verdade, que moram fora das grandes cidades, nas diversas regiões do país. São aventuras do cotidiano de meninos e meninas que, com liberdade e autonomia, sabem muito da cultura e da natureza do lugar onde vivem”, revela a autora.

 A obra, que traz textos e ilustrações de Roberta Asse, valoriza a cultura e o aspecto linguístico de cada local visitado e, por isso, expressões de oralidade e regionalismos foram respeitadas e escritas da forma como são faladas. São situações de descobertas, passagens da infância para a vida adulta, mudanças de rotina, exclusão, tudo encarado de maneira muito natural e intuitiva pelas crianças, ainda que os adultos as guiem, ensinem e acompanhem. 

“Para conhecer maneiras diferentes ou parecidas de brincar, cantar, fazer e aprender, viajei pelo Brasil e fui recebida por uma criançada generosa, que me ensinou tanta coisa e me deu inspiração para inventar estas histórias. Bom é conhecer nosso país e se encantar. Aqui é por meio da literatura, esta mágica humana de acesso aos universos mais diversos e transformadores”, destaca Roberta Asse. “Meninos e meninas, de norte a sul, vivem de modo particular desfrutando de brincadeiras na montanha, na praia, à beira do rio, no meio de plantações, em barcos, criando seus próprios brinquedos, explorando o meio. Cada infância em seu lugar parece única, mas, na verdade, se apresenta universal.”

Durante o evento, a Coleção completa será vendida por R$ 188,00, o box com 4 livros custará R$ 98,00 e o livro individual R$ 28,00.

Os livros que fazem parte da Coleção das Crianças Daqui são:

Pé de uva, mão de menino (Vale dos Vinhedos, RS)
Vito e Lorena brincam nos vinhedos e vivem na casa que foi dos tataravós. Quando crescem, cada um segue seu caminho nessa história bordada de obrigações, vontades, heranças e saudades.

Conto de desencontro (Trancoso, BA)
Toninho e Berê são inseparáveis, mas quando o menino começa a aprender a pescar, a rotina dos amigos muda. Então eles decidem procurar um código que os ajude a voltar a brincar juntos.

Conversa de viola e memória (Vale do Mucuri, MG)
Enquanto esperam o tio violeiro chegar, Tião e Tininha abrem uma caixa cheia de fotos na casa da avó. As imagens despertam sensações de quando eram pequenininhos e a descoberta de que viam tudo de um jeito diferente.

Sementes de cuidado e capim dourado (Mumbuca – Parque Estadual do Jalapão, TO)
Isabel e Abilene estão se divertindo juntas, mas um acidente muda tudo. Enquanto cantam e trançam o capim dourado, as meninas e as mulheres do Cerrado tecem suas histórias de cuidado e amizade.

Escrita secreta de montanha e giz (Vale do Matutu, MG)
Uma turma de amigos se prepara para a festa junina. Eles descobrem, quase sem querer, um segredo da noite de São João. Mas antes precisam juntar toda a coragem que têm para enfrentar o misterioso Sr. Dante.

Pedro Pio na margem do rio (Ilhas fluviais de Abaetetuba, PA)
Corajoso, Pedro Pio adora procurar aventuras para depois contar para os amigos na escola ribeirinha. Um dia sai com a lancha do tio sem permissão e fica preso no igarapé. Só sua irmã, que prometeu segredo, sabe onde ele está.

O caso do tuiuiú (Cuiabá Mirim, MT)
À beira do rio, as crianças brincam de gente grande. A turma anda desconfiada do comportamento de um tio, que chega e sai tão de mansinho quanto um tuiuiú, sem ser visto por ninguém.

A travessia de Marina menina (Saco do Mamanguá, RJ)
Para continuar a estudar, Marina terá que trocar a vida na praia pela vida na cidade. Mas antes ela passa por um plano de fuga, um bilhete confuso e uma travessia de canoas sobre o mar brilhante.

Sobre Roberta Asse
Roberta Asse é arquiteta formada pela FAU-USP e atua como designer gráfico em seu próprio estúdio. Depois que suas filhas nasceram, passou a criar, escrever e ilustrar seus próprios livros. Além desta coleção, é autora do livro “De João para seis irmãos” (Editora Pólen), do aplicativo “A Trilha” (Editora Peirópolis) e ilustradora do “Almanaque Ática-Recreio” e do livro “Canteiro”, ambos publicados pela Editora Ática.

Os músicos:

Beto Villares
Beto Villares é compositor e produtor musical – produziu trabalhos de Céu, Itamar Assumpção, Mestre Ambrósio, Siba, Zélia Duncan, entre outros – e trilhas para cinema e séries de televisão (“O ano em que meus pais saíram de férias”, “Xingu”, “A busca”, “Entre nós”, “Filhos do Carnaval”). Em 2003, lançou seu primeiro trabalho autoral, o álbum “Excelentes Lugares Bonitos”. No momento, está começando a produção do seu segundo disco ainda sem título definido, com previsão de lançamento para 2016.

Antonio Loureiro 
Antonio Loureiro é multi-instrumentista e compositor com três discos autorais gravados e vários projetos com outros parceiros (Ricardo Herz, André Mehmari) lançados no Japão, EUA e Europa.

Ari Colares
Ari Colares, músico e educador especializado em percussão e ritmos brasileiros, atua há mais de vinte anos no Brasil e no exterior lecionando ou tocando com importantes músicos, como Naná Vasconcelos, Ceumar, Benjamim Taubkin, entre outros.

Siba
Fundou e fez parte do grupo pernambucano Mestre Ambrósio. De 2003 a 2009 desenvolveu trabalho solo em parceria com músicos tradicionais da zona da mata de Pernambuco, intitulado “Siba e a Fuloresta”, com o qual gravou dois álbuns. O recém-lançado “De Baile Solto”, seu novo disco solo, sucede “AVANTE”, de 2012, CD que teve produção musical de Fernando Catatau.

Sobre o Coral Infantil Guelinhas
O Coral Infantil Guelinhas é um grupo vocal independente que foi criado em 2010 pela maestrina Rosana Araujo para a realização do espetáculo “Histórias que o Vento Contou…80 anos de Edmundo Villani-Côrtes”. Realizado pelaOFIJ – Orquestra Filarmônica Infanto-Juvenil de São Paulo, pelo conjunto vocal jovem Afina Guela e pelo grupo de teatro de Sombras “O Último Apaga a Luz”, esse espetáculo foi apresentado em diversos espaços culturais de São Paulo. Na época, foram selecionadas crianças de várias escolas, que tinham em comum o gosto pelo cantar e pela atividade coral/cênica. Após o término da temporada, o Coral permaneceu, cresceu e busca cada vez mais abrir seus horizontes cantando e interpretando repertório variado. 


Evento Gratuito
Dia 12 sábado às 14h.
Museu da Casa Brasileira
Avenida Faria Lima, 2705


VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM