Teatro nas Férias

10:50:00

O Teatro Folha promove durante as férias todos os dias peças teatrais para animar as férias com muita cultura.



Levar as crianças ao teatro, é sempre uma questão de costume e ir aumentando a frequência, pois é uma ótima opção de diversão.

Não se atenham a classificação indicativa, acredito que as crianças sempre aprendem algo ! Leiam sobre a peça e vejam se tem algo que chame a atenção deles, já é um ótimo começo ! Ótimos espetáculos !

Já assistimos Pedro e o Lobo (incrível como as crianças prestam atenção e aprendem sobre música e instrumentos) ; Operilda na Orquestra Amazonica (canções lindas que conhecemos e nossos filhos podem ter contato e aprender sobre música com muita diversão ) e Cinderela (muito engraçada, ótimo entretenimento para as crianças).

Segue programação :



100 + Nem Menos - Segunda-Feira, às 16h

Com técnicas de teatro, dança e animação de objetos e bonecos, “100 + Nem Menos” apresenta esquetes que reinventam brincadeiras folclóricas e temas do cancioneiro popular. Bonecos cheios de vida entram em cena, inspirados no estilo de arte naïf –típica do desenho infantil, caracterizada por traços simples e pela expressão primária de si e do mundo–, abordando o primeiro contato das crianças com o universo dos números, da matemática e do desenho, onde o contar ou riscar aparece de forma lúdica em seu cotidiano. No palco linhas coloridas flutuam pelo ar e formam algarismos, juntos a figuras com traços simples e puros que aparecem e desaparecem inesperadamente. A trilha sonora contém músicas cantadas ao vivo e outras compostas especialmente para a encenação. Uma montagem da Cia Noz de Teatro, Dança e Animação.

Classificação indicativa: a partir de 1 ano




Pinocchio - Terça-Feira, às 16h


O espetáculo “Pinocchio”, clássico do italiano Carlo Collodi, conta a história de um boneco feito com madeira mágica que ganha vida e jeito de menino. Como muitos outros garotos, Pinocchio prefere se divertir em vez de ir à escola. Ele não ouve os conselhos de seu pai e criador, o carpinteiro Gepetto, e desvia das aulas para se envolver em muitas aventuras. As peripécias de Pinocchio não impedem que Gepetto saia em busca de seu filho, e o amor que existe entre eles pode ser transformador. O espetáculo, dirigido e concebido por Pamela Duncan, e interpretado pela Cia. Urbana de Teatro, traz ao palco a saga do crescimento de Pinocchio, desde as mentiras contadas, que fazem seu nariz crescer, até os valores que o transformam em um menino de verdade.

Classificação indicativa: a partir de 4 anos



"O Corcunda Quaquá" - Quarta-Feira, às 16h

Quaquá é um sineiro que vive recluso no campanário de uma catedral. Alto e forte, porém solitário, fisicamente deformado e surdo por tocar os sinos da igreja, o rapaz conversa com amigos imaginários, escondido das pessoas que moram na cidade, por ordem de seu perverso padrasto Rollo. A aventura do estranho Quaquá começa na festa do Dia de Reis, quando ele aparece na praça, é coroado rei dos Bobos, e conhece a bela cigana Esmeralda. Cheio de humor, o espetáculo narra a grande aventura de Quaquá para salvar a preciosa cigana, com quem tem uma relação de afeto, das maldades de seu padrasto. Uma montagem vencedora do Prêmio Zé Renato, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, e do FEMSA na categoria Melhor Ator Coadjuvante.


Faixa etária: a partir de 4 anos




"O Grande Circo Científico" - Quinta-Feira, às 16h

Dois cientistas muito malucos e atrapalhados revelam os mais divertidos números do picadeiro como nunca visto antes em “O Grande Circo Científico”, espetáculo que mistura a magia, o encantamento e a nostalgia do circo de antigamente com elementos da ciência moderna. O show revela segredos por trás da magia circense, a partir de experimentos que explicam truques apresentados, como o corajoso homem que cospe fogo, ou a habilidosa bailarina que rodopia, ou o resistente faquir que deita o corpo sobre pregos. De forma divertida, a dupla de cientistas apresenta conceitos como a gravidade, o equilíbrio e reações químicas, sempre presentes no dia a dia das pessoas. Uma montagem da Mad Science, que tem parceria com a NASA.

Faixa etária: a partir dos 5 anos




Operilda na Orquestra Amazônica - Sexta-Feira, às 16h

Neste espetáculo musical, a divertida Operilda sobe ao palco para contar a história da música erudita brasileira, de um jeito alegre e cheio de vida, ao lado de seu livro mágico e de uma camerata de seis músicos. Uma montagem dinâmica, com canções ao vivo, interação com a plateia e repertório de composições formado por nomes históricos da música erudita brasileira, como Alberto Nepomuceno, Padre José Maurício, Carlos Gomes, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Xisto Bahia, Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Guerra-Peixe e Tom Jobim, e também músicas de origens folclóricas, africanas e indígenas brasileiras. O cenário traz referências da floresta Amazônica, com propostas lúdicas e práticas. A peça recebeu os prêmios APCA de 2013 de Melhor Musical Infantil e FEMSA na Categoria Especial, e obteve o 2º lugar dos Melhores do Ano do Guia da Folha de 2013.

Classificação indicativa: a partir de 4 anos



Cinderela - Sábado e domingo, às 16h


O clássico conto de fadas “Cinderela” foi revisitado pelo diretor Isser Korik, que se manteve fiel ao conto original, explorando a forma de narrar a história, com teatralidade, humor e criatividade.
Em cena dois atores interpretam doze personagens. Em ritmo dinâmico, eles entram e saem do palco, ora como uma bela donzela, ora como um gato malvado, ora como frágeis ratinhos, ora como megeras, ora como príncipe, ora como fada, e assim por diante. A dinâmica desperta a curiosidade das crianças. É um espetáculo ágil, engraçado, poético e cheio de surpresas.


Classificação indicativa: a partir de 3 anos




Pedro e o Lobo  -Sábado e domingo, às 17h40


Adaptação premiada da fábula musical russa, “Pedro e o Lobo” mescla a manipulação de bonecos e técnicas de teatro negro, sob a direção de Fernando Anhê.
Uma das qualidades da montagem é introduzir ao público infantil os sons de uma orquestra e apresentar seus principais instrumentos musicais.
Baseado em um antigo conto russo –sobre o menino valente que tenta capturar um lobo para salvar os bichos, seus amigos, na floresta–, o compositor Sergei Prokofiev (1891-1953) designou uma personalidade sonora para cada personagem ao criar a obra, em 1936.
O passarinho é representado pelo flautim; o gato, pelo clarinete; a pata, pelo oboé; o lobo, pelas trompas; os caçadores, pela percussão (marimba); o avô pelo fagote; e Pedro, pelas cordas.


Classificação indicativa: a partir de 3 anos




FESTIVAL DE FÉRIAS

Temporada:  de 4 de janeiro a 31 de janeiro

Apresentações: segunda a sexta, 16h; sábado e domingo, 16h e 17h40

Ingresso: R$ 30,00

*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores de acordo com a legislação.


Teatro Folha

Avenida Higienópolis, 618

Shopping Pátio Higienópolis

Terraço

Tel: (11) 3823-2323

São Paulo - SP




VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM