Antoine de Saint-Exupéry, autor de “O Pequeno Príncipe”, no Teatro

07:00:00

Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944) ou “Zéperri” para os mais chegados. Esse é o nome do escritor, ilustrador e piloto francês, criador de “O Pequeno Príncipe”, literatura clássica escrita em 1943. Agora, em julho de 2016, são 72 anos de sua morte, ocorrida em um acidente aéreo em Marselha, na França. As homenagens e reconhecimento pela obra avançaram enormemente pelo mundo todo, inclusive esse feito pela Cia Mútua, de Santa Catarina, que criou o espetáculo Um Príncipe Chamado Exupéry, que estreia temporada em São Paulo em 18 a 26 de junho, no Espaço Sobrevento, com sessões gratuitas. O espetáculo tem patrocínio dos Correios e é uma realização do Ministério da Cultura e Governo Federal.


Antoine de Saint-Exupéry visitou inúmeras vezes a Ilha do Campeche, localizada em Florianópolis, SC, onde havia uma filial da Aéropostale, empresa em que trabalhava. Lá se tornou amigo de um pescador, o senhor Deca, amizade retratada no espetáculo. Desse encontro afetivo entre a companhia de teatro, o autor e sua relação com a terra natal do grupo nasceu a peça Um Príncipe Chamado Exupéry.

A partir da técnica de teatro de animação e sem falas, a Cia Mútua criou esse espetáculo que aborda a história do lendário escritor e aviador francês no período em que ele trabalhou para a Aéropostale (atual Air France), companhia de correio aéreo francesa que somente no Brasil implantou onze pontos de escala, de Natal-RN até Pelotas- RS, com hangar, casa de pilotos e aeródromos. Além de piloto, Antoine de Saint-Exupéry escreveu diversas obras, sempre caracterizadas por elementos de aviação e de guerra, entre elas: "O Aviador" (1926), "Voo Noturno" (1931), "Terra dos Homens" (1939), "Carta a um Refém" (1944), além de ter colaborado para inúmeros jornais e revistas francesas.

O período em que se passa a peça é o do início da aviação civil, uma época em que os funcionários eram jovens pilotos destemidos, agentes de verdadeiras façanhas para transportar o correio da França para a África e dali para a América do Sul. Entre esses pilotos, ditos “cavaleiros do céu” por conta de suas proezas, estava Antoine de Saint-Exupéry, que antes de ter desaparecido durante a Segunda Guerra em 31 de julho de 1944, deixou atrás de si uma obra memorável, na qual relata o cotidiano, as aspirações e as dificuldades de uma profissão nova e muito arriscada.



Cia Mútua em Um Príncipe Chamado Exupéry

Espaço Sobrevento

Rua Coronel Albino Bairão, 42 - Belenzinho, São Paulo - SP, 03054-020

Telefone para informações: 11 9 7018-3677

18 a 26 de Junho de 2016

Sábados e Domingos às 16h e às 19h

Ingressos: grátis – retirar ingresso uma hora antes

Duração: 50 minutos/ Recomendação: 10 anos

Lotação: 60 por sessão

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM