Exposição Zoo Urbano

18:24:00

Zoo Urbano, uma exposição de 22 esculturas de animais que acontecerá no Parque Ibirapuera, durante o mês de outubro, a Suvinil, por meio de sua plataforma Suvinil Além da Cor, patrocina a exposição.


O projeto, viabilizado pela lei de incentivo do ProAC (Programa de Ação Cultural), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, é produzido pela Mosaiky e apoiado pelo TAMAR, com o objetivo de utilizar o espaço público para conscientização da preservação do meio ambiente e cuidado com os animais.

As esculturas foram produzidas com materiais reutilizados para fomentar o questionamento da relação entre o homem, sua produção de lixo e a forma como o meio ambiente é impactado por ele. O Zoo Urbano conta com a curadoria do Burt Sun, um artista multimídia, diretor criativo e consultor de organizações culturais nos EUA. A exposição também será replicada em Miami e em Ubatuba, juntamente com o Projeto Tamar.

Para estimular a interação do público com as artes expostas, foi produzida uma escultura interativa pelo artista Tito Cunha. A Borboleta Monarca Suvinil será revestida com monitores e equipamento para registrar as fotos, simbolizando o lixo eletrônico. Os visitantes que postarem no Instagram ativando a hashtag #EUNAMONARCA aparecerão nas telas da escultura, durante o mês de outubro.


Ficha Técnica Zoo Urbano:

1.    Adriana Mattos

 Dragão Mensageiro, confeccionado com ferros recuperados e guarda-chuvas coloridos;

2.    Beto Carrazone

 (re)Criação do Mundo, feita com tubos de PVC

3.    Alexandre Stefani

 Árvore da Vida, produzida com arames reciclados;

4.    Claudinei Ribeiro

Urso Polar, confeccionado com ferros e tapete branco recuperado;

5.    Didio Dufrayer

Jaula, feita com portões reutilizados;

6.    Fabio Benetti

Polvo Polimérico, produzido com ferro;

7.    João Di Souza

 Peixe, confeccionado com guarda-chuvas coloridos;

8.    Francisco Rosa

Simbiose Veado-Campeiro, produzido com arame reciclado e ninhos com sementes para atrair pássaros;

9.    Helena Sardenberg

Condessa de Caxaná (lagarto), feito com prancha e garrafas pet recicladas;

10.  Jaques Faing

Eye Dada (cobra), confeccionada com tambores reaproveitados, chaminés de pizzaria e latas vazias;

11.  Juvenal Pereira

Robalo o Rio Doce, produzido com chapas de vidro recicladas e iluminação solar interna;

12.  Leopoldo Martins

Jaguar Gourmet, feito com pratos e talheres reutilizados;

13.  Marjorie Yamaguti

 Arac, produzida com bambus;

14.  Olivia Lambiasi

Borboletas, confeccionada com recorte de 1000 borboletas em chapas de aço que formarão uma borboleta única;

15.   Sonia Costa

Gorila Nanã, feito com garrafas pet;

16.  Sylvia Soares

As Garças, produzida com ferros e caixas de leite reutilizados;

17.  Tida Ricco

Tatú, confeccionado com papel machê e serragem e parte externa com notícias de mulheres de outros lugares do mundo;

18.  Tito Cunha

Formigaranha, feito com pelas usadas em geral (chaminé e ar condicionado, por exemplo) e Borboleta Monarca Suvinil, confeccionada com latas de tinta, tambores e monitores;

19.  Fabio Souza

Tartaruga, produzida com carcaça de fusca e lixos retirados de tartarugas recolhidas pelo TAMAR, e Foca, feita com resíduos plásticos recolhidos do parque do Ibirapuera

20.  Andréa, Renata e Inês (Coletivo Acupuntura Urbana)

Coruja Garatuja, feita com 1000 tubos de papelão e miolo de papel toalha;

21.  Gina Elimelek

Ave Rara, produzida com restos do material de escolas de samba.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM