Cia Articularte e o projeto “Histórias sem Fronteiras”

15:33:00

A UNICEF afirma que cerca de 50 milhões de crianças estão deslocadas no mundo. Relatório da ONU diz que desse total, 28 milhões tiveram de fugir de suas casas por causa de conflitos e violência. E o Brasil está entre os 10 países que mais recebem refugiados nas Américas. A notícia é preocupante porque atesta que uma em cada 200 crianças no mundo é refugiada.

O histórico recente informa que quando essas crianças chegam aos países de destino, enfrentam discriminação e xenofobia, estando sempre sujeitas a sequestro, tráfico humano, estupro, além de risco de abusos diversos.
 Fonte: Edgard Júnior, da Rádio ONU em NY.


A partir dessa dura realidade, a Cia Articularte criou o projeto premiado pelo Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo “Histórias sem Fronteiras” com o objetivo de integrar estas pessoas ao nosso país, das mais diversas formas possíveis.

A primeira fase do projeto busca apresentar cultura brasileira- através de espetáculos baseados nas obras da pintora Tarsila do Amaral “A Cuca Fofa da Tarcila”, do pintor Cândido Portinari, “Portinari, Pé de Mulato” e do músico Heitor Villa-Lobos “O Trenzinho Villa – Lobos” em diferentes regiões da cidade como:

Museu da Imigração (7, 8 e 9 de outubro), 
Galeria Olido (21, 22 e 23 de outubro)
Teatro Sérgio Cardoso (4, 5 e 6 de novembro), sempre às 15h com ingresso gratuito.

O objetivo é oferecer elementos de comportamentos, visuais e musicais importantes da nossa cultura para a formação de um novo repertório de conhecimento e memória afetiva a esses grupos humanos.


No final de cada apresentação, haverá oficinas culturais sensitivas e afetivas, estimulando contações de histórias de vidas da plateia sobre a cultura do seu pais de origem, ou mesmo histórias pessoais.

Com essas Oficinas, pretende-se coleta e registro de material para elaboração e produção do novo espetáculo da Cia. Articularte, última etapa do projeto, em 2017.

A partir desse intercâmbio cultural proporcionado pela relação direta do público pretende-se ajudar a romper estereótipos, promover a aceitação da diversidade cultural e ao mesmo tempo ressaltar que existem semelhanças entre nós, mesmo que o mundo seja diferente, mas que podemos trabalhar em conjunto visando troca de ideias e de novos desenvolvimentos, para que todos possam viver melhor em uma sociedade justa e com oportunidades múltiplas em todos os sentidos.


Sobre os espetáculos

A CUCA FOFA DE TARSILA


Sinopse: Este premiado espetáculo de teatro de animação de bonecos inventa e conta uma lenda de duelo entre o Abaporu e o mágico Boi da Lua pela disputa do amor da Negra Tarsila. Um Passarinho Verde fofoca e aumenta a notícia do duelo e tudo se transforma em uma confusão tamanha, que a Negra Tarsila terá que resolver com a ajuda de entes fantásticos como a Urutu, a Uiara e a Cuca. A peça é inspirada na obra da artista plástica Tarsila do Amaral, considerada a sinhazinha do Modernismo Brasileiro, que irá completar 95 anos em 2017.

Ficha Técnica:

Elenco: Surley Valério, William Lobo, Renato Bego, Camila Lobo.
Direção e texto: Dario Uzam - Encenação da Cia. Articularte - Teatro de Bonecos. Produção: Deborah dos Santos Correa -Direção Musical: Dario Uzam e Cia. Articularte. Adereços e Pintura dos bonecos: Hernandes de Oliveira. Bonecos: Surley Valério (Prêmio Panamco 2000 - pelo item Criação de Bonecos).


PORTINARI PÉ DE MULATO

Uma vizinha invejosa coloca “olho gordo” (sem querer querendo) em uma obra de Cândido Portinari, fazendo com que a boneca Denise e seu Carneirinho caiam do um quadro recém-pintado. Denise é curiosa e faz algumas artes marotas, quando derruba uma sacaria de café, deixando furioso o bravo Capataz que quer dar uma lição na menina. A boneca Denise passa por uma verdadeira aventura de suspense entre as obras do seu avô Portinari para encontrar o seu carneirinho fujão antes que suas tintas sequem. O espetáculo é todo animado por uma seleção de ricos Chorinhos, com algumas músicas cantadas ao vivo pelos quatro atores animadores.

Ficha Técnica:

Elenco: Surley Valério, William Lobo, Renato Bego, Camila Lobo.
Direção e Texto: Dario Uzam - Encenação da Cia. Articularte - Teatro de Bonecos. Produção: Deborah dos Santos Correa -Direção Musical: Chico Botosso e Mariana Anacleto. Cenografia e pintura de bonecos: Hernandes de Oliveira. Construção de Bonecos: Surley Valério.



O TRENZINHO VILLA-LOBOS

Inspirado nas artes marotas e musicais do menino Tuhu, apelido de infância de Heitor Villa-Lobos, o espetáculo de bonecos fala da sensibilidade musical que existe em todos nós. A peça encena as aventuras e peraltices de Tuhu, seu contato com o mundo da música e a descoberta de sua verdadeira vocação. A história mostra também o relacionamento difícil do menino Heitor com o seu pai, bastante severo. O espetáculo tem algumas músicas cantadas ao vivo e é regido por trechos de obras originais de Villa-Lobos que compôs mais de 1.000 peças musicais. Os 10 bonecos artesanais foram elaborados por Surley Valério. Dramaturgia de Dario Uzam.

Ficha Técnica: Elenco: Surley Valério, William Lobo, Renato Bego, Camila Lobo.Direção e Texto: Dario Uzam – Encenação: Cia. Articularte - Teatro de Bonecos. Produção: Deborah dos Santos Correa -Direção Musical: Chico Botosso e Mariana Anacleto. Cenografia e pintura de bonecos: Hernandes de Oliveira. Criação de Bonecos: Surley Valério.




Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca
O Museu dispõe de bicicletário na calçada da instituição.

A CUCA FOFA DE TARSILA – 07 de outubro às 15h – duração 40 minutos
TRENZINHO VILLA-LOBOS – 08 de outubro às 15h – duração 50 minutos
PORTINARI PÉ DE MULATO – 09 de outubro às 15h – duração 50 minutos
Bilheteria: Retirada de ingressos uma hora antes

Fone: (11) 2692-1866

O Museu oferece aos visitantes livre acesso às áreas de convivência da instituição.

Ingresso: Gratuito
Bilheteria: entrada livre
Capacidade: 80 pessoas – ao ar livre
A estação de metrô mais próxima ao Museu da Imigração é a Bresser-Mooca.Os terminais mais próximos ao Museu da Imigração do Estado de São Paulo são Vila Prudente, Parque Dom Pedro e Princesa Isabel.



Serviço Galeria Olido
Galeria Olido - Avenida São João, 473 – Centro - Ponto de Referência: Largo do Paissandú
Estações de metrô: São Bento (Linha azul); República e Anhangabaú (Linha vermelha).
Ônibus: http://www.sptrans.com.br/itinerarios

PORTINARI PÉ DE MULATO – 21 de outubro às 14h – duração 50 minutos
O TRENZINHO VILLA-LOBOS – 22 de outubro às 15h – duração 50 minutos
A CUCA FOFA DE TARSILA – 23 de outubro às 15h – duração 50 minutos
Sala Olido: 293 lugares

BILHETERIA: Térreo ​ - 1º piso do foyer.​
Horário de Atendimento: ​das 10h00 às 21h30 de segunda à sexta-feira, aos sábados, domingos e feriados, das 13h00 às 20h00
Fone: ​ 11 3397-0171​
Ingresso: gratuito



Teatro Sérgio Cardoso

Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista.
Estações do Metrô Próximas: São Joaquim e Brigadeiro. Linhas de ônibus: 475M-10 Jd. da Saúde; 967A-10 Imirim/Pinheiros


PORTINARI PÉ DE MULATO – 04 de novembro às 15h – duração 50 minutos
TRENZINHO VILLA-LOBOS – 05 de novembro às 15h – duração – 50 minutos
A CUCA FOFA DE TARSILA – 06 de novembro às 15h – duração – 40 minutos

Capacidade: Sala Paschoal Carlos Magno: 144 lugares

Bilheteria: 11 3288-0136 Atendimento de terça a domingo, das 14h até o início do espetáculo

Ingresso: Gratuito



VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM