O universo oriental dá o tom no próximo Fim de Semana em Família no Itaú Cultural

03:02:00

Utilizando bonecos feitos em papel cartão, inspirados na técnica de sombras chinesas, feita por meio de silhuetas – não com bonecos, sinais dos dedos ou objetos, como outras –, a oficina Teatro de Sombras propõe a brincadeira de fazer teatro. Sérgio Serrano ensina os participantes a criar a sua própria cena com este método, acompanhado por cantos dos índios norte-americanos, cuja intenção é celebrar e invocar o poder das criaturas.


Em Mukashi Mukashi – Era uma vez no Japão, Serrano também apresenta quatros histórias tradicionais nipônicas costurando a narração e a encenação com músicas cantadas no idioma de origem e em português, acompanhadas pelo shamisen – banjo japonês –, bonecos e sombras. Alguns dos contos escolhidos por ele no folclore infantil do país oriental são Urashimatarô e o paraíso no fundo do mar e Issum Boshi – O pequeno guerreiro.

Além de interagir, despertar a imaginação e apresentar o mundo do teatro, especialmente o de sombras, o objetivo das atividades é aproximar os pequenos e os adultos de uma nova e distante cultura para eles.


Sinergia com as exposições
À parte do Fim de Semana em Família, o Núcleo Educativo do Itaú Cultural programou três oficinas que acontecem todos os sábados e domingos até o encerramento da Ocupação Laura Cardoso em 30 de abril, sempre às 15h, e às 17h, da exposição Narrativas em Processo: Livros de Artista na Coleção Brasiliana Itaú Cultural, aberta até 13 de maio.

Aos sábados, a primeira oficina é Criando Sons, e é relacionada a Laura Cardoso. Nela, as crianças e os adultos exercitam a sua criatividade utilizando objetos simples do cotidiano para sonorizar trechos de roteiros expostos na Ocupação que homenageia a atriz como se estivessem na rádio. A oficina Brincar de Interpretar, acontece sempre aos domingos, 15h. Ela estimula os visitantes a interpretar um personagem de um texto sugerido. O objetivo é promover uma vivência onde o público é convidado pelos educadores a usar o corpo e a voz para encenar e se colocar no lugar de personagens.

No sábado, também, tem a atividade Dobra, Corta e Cola – Livro Objeto, em diálogo com Narrativas em Processo: Livros de Artista na Coleção Brasiliana Itaú Cultural, 17h. Nela, os participantes são convidados a construir livros a partir de processos simples, como as dobraduras. A criação se baseia no livro-objeto de Julio Plaza, Muda Luz (1970), presente na mostra.


Fim de Semana em Família

Dias 1 e 2 de abril (sábado e domingo), a partir das 14h

Teatro de Sombras
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Multiuso
Entrada gratuita (30 vagas)
Inscrições a partir das 13h30
Interpretação em Libras

             
Às 16h
Mukashi Mukashi – Era uma vez no Japão
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Livre
Local: Sala Multiuso
80 lugares
Entrada gratuita
Distribuição de ingressos:
Público preferencial: duas horas antes do evento | com direito a um acompanhante
Público não preferencial: uma hora antes do evento | um ingresso por pessoa
Interpretação em Libras


Programação da Ocupação Laura Cardoso
Dia 1 de abril (sábado), às 15h
Criando Sons: Oficina de Sonoplastia
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: Livre (Melhor aproveitada para crianças a partir de 10 anos)
Local: piso -1
Entrada gratuita (20 vagas)
Inscrições a partir das 14h30
Interpretação em Libras


Dia 2 de abril (domingo), às 15h

Brincar de Interpretar
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: Livre (melhor aproveitada a partir de 10 anos)
Local: piso -1
Entrada gratuita (20 vagas)
Inscrições a partir das 14h30
Interpretação em Libras

Programação de Narrativas em Processo: Livros de Artista na Coleção Brasiliana Itaú Cultural
Dia 1 de abril (sábado), às 17h
Dobra, Corta e Cola – Livro Objeto
Duração: 60 minutos
Classificação indicativa: Livre (Melhor aproveitada para crianças a partir de 10 anos)
Local: piso -1
Entrada gratuita (20 vagas)
Inscrições a partir das 16h30
Interpretação em Libras

Cantinho da Leitura e Feirinha de Troca
Sábado 1 e domingo 2
Das 11h30 às 16h30
Piso térreo

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
Acesso para pessoas com deficiência física
Ar condicionado
Estacionamento: Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho.
Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:
3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12
Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.
www.itaucultural.org.br
www.twitter.com/itaucultural
www.facebook.com/itaucultural
www.youtube.com/itaucultural
www.flickr.com/itaucultural

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM