Feriado de Dia das Crianças no Itaú Cultural

O Itaú Cultural tem uma intensa programação com uma série de atividades montada especialmente para o Dia das Crianças, abrindo a programação De 12 a 14 de outubro (sexta-feira a domingo),  voltada à criançada.

A brincadeira começa no dia 12 (sexta-feira) com cinco atrações: a instalação interativa Brincar de não jogar fora e Brincar de Papelão; as apresentações de As Clês contam as vozes femininas da América Latina, que narra trajetórias de mulheres como Pagu, Frida Khalo e Chiquinha Gonzaga; o espetáculo Por que nem todos os dias são de sol?, da Companhia Artesanal de Teatro; a Central de Jogos, instalada na calçada do instituto, fica o dia disponível para o público das 11h às 16h30. Ás 17h, o dia é finalizado com a Sanfona Aérea, performance da musicista Lívia Mattos, que descerá pela fachada do instituto tocando seu acordeon nas alturas.

Nos dias 13 e 14 (sábado e domingo), a programação mantém a instalação Brincar de não
jogar fora, e o espetáculo Por que nem todos os dias são de sol?, e também coloca à disposição
do público a Feirinha de Troca e o Cantinho da Leitura, que neste mês homenageia o autor
André Neves. O instituto apresenta, ainda, uma programação especial para crianças em
sinergia com as exposições German Lorca: Mosaico do Tempo – 70 Anos de Fotografia e
Ocupação Paulo Mendes da Rocha.

Durante o dia
A programação especial do Dia das Crianças começa às 11h, com a instalação Brincar de não
jogar fora e Brincar de Papelão realizada na Arena até às 16h30. A proposta é que os pequenos
transformem caixas de tamanhos variados, rolos, bobinas e papelão em brinquedos, com a
ajuda de quatro educadores, que estimulam os participantes a descobrirem novas
possibilidades. A Casa do Brincar, responsável por essa atividade, acredita que tudo a volta da
criança pode se tornar brinquedo através da imaginação, sem que seja preciso consumir para
brincar.

Também das 11h às 16h30, fica à disposição do público, na calçada em frente ao instituto, a
Central de Jogos. Nela, podem ser encontrados brinquedos tradicionais, como corda, pião,
peteca, bolinha de gude ou bilboquê, brincadeiras do mundo, de diferentes origens, épocas e
nacionalidades, além de jogos de tabuleiros em que crianças e adultos podem brincar juntos.
Em três entradas durante o dia, o público confere o projeto As Clês contam as vozes femininas
da América Latina, que traz à tona a trajetória de mulheres notáveis como Patrícia Galvão,
mais conhecida pelo apelido de Pagu. Feminista, ela foi integrante do movimento modernista,
escreveu diversos livros sob diferentes pseudônimos e foi a primeira mulher presa por
motivações políticas no Brasil. Além dela, também serão contatas as vidas da pintora mexicana
Frida Khalo, que superou as adversidades de gênero e limitações físicas para produzir sua obra
e se tornou uma das artistas plásticas mais importantes do mundo, e a brasileira Chiquinha
Gonzaga, que lutou em prol da participação da mulher no mundo da música.

Teatro
Às 16h, começa na Sala Itaú Cultural o espetáculo Por que nem todos os dias são de sol?.
Trabalhando o conceito de lembrança, a peça é narrada por quatro atores, que contam
histórias que abordam a transição da infância para a vida adulta, utilizando técnicas distintas
como bonecos, máscaras e vídeo-mapping (projeção de vídeo em objetos ou superfícies
irregulares).
Durante três meses de montagem do espetáculo, os atores da Artesanal Cia. de Teatro fizeram
pesquisas com crianças, para melhor entender seu universo. Em conversas, eles abordaram
temas como medo, tornar-se adulto, namoro, gravidez, liberdade, vida e morte, resultando em
uma peça poética em que os temas relacionados ao crescimento são retratados com leveza. O
espetáculo recebeu o prêmio Zilka Sallaberry de Teatro, de 2017, nas categorias de melhor
iluminação e menção honrosa, de linguagem de animação. Também ganhou o Prêmio SP de
Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem, de 2016, na categoria de melhor iluminação.
Performance
Para encerrar a programação do Dia das Crianças, o Itaú Cultural convida o público a assistir da
calçada do instituto uma atração realizada nas alturas: trata-se da artista Lívia Mattos, com a
performance Sanfona Aérea.
Pendurada por uma estrutura, ela irá descer do alto do prédio, na Avenida Paulista, tocando
seu acordeon. Após a descida, prevista para durar cerca de 15 minutos, Lívia segue ainda por
mais 10 minutos, interagindo com o público, já na calçada.

Sinergia com as exposições
Neste mês, a programação infantil do Itaú Cultural vai além e também contempla as mostras
que estão em cartaz no instituto. Aos sábados, sempre às 15h, em paralelo com a Ocupação
Paulo Mendes da Rocha, o núcleo de Educação e Relacionamento realiza a Oficina Cidades
Inventadas, convidando o público a criar uma cidade coletiva a partir de materiais como
madeira, papel, peças de encaixe e papelão.

Já aos domingos, também às 15h, em sinergia com a mostra German Lorca: Mosaico do Tempo
– 70 Anos de Fotografia, acontece a Oficina de Câmara Escura. O objetivo é sensibilizar os
participantes a observarem o espaço urbano por outra perspectiva. A atividade propõe a
construção de uma câmara escura onde seja possível visualizar imagens e trabalhar com as
relações ópticas e geométricas brincando com possibilidades de enquadramento, recorte do
espaço e imagens invertidas.
Leituras e trocas

Nos dias 12, 13 e 14 de outubro, o Cantinho da Leitura e a Feirinha de Troca estão abertos ao
público das 11h às 13h. Na Feirinha, os pequenos podem trocar uma obra infantojuvenil –
como livro, gibi e DVD – por outra do mesmo tipo, escolhida entre os materiais
disponibilizados pelo instituto.

No Cantinho, estão disponíveis 30 publicações do acervo infantojuvenil da Biblioteca do Itaú
Cultural, dando oportunidade para novos aprendizados e descobertas. No mês de outubro, o
autor em destaque é André Neves, que terá à disposição do público no espaço títulos como
Entre Nuvens, que conta a história de uma menina que sonhava em ser como um pássaro para
poder ter uma nuvem só para ela, e Um Pé de Vento, livro que conta a história de Íris, uma
menina que tem um olhar muito atento para a natureza.



FIM DE SEMANA EM FAMÍLIA ESPECIAL
DIA 12 DE OUTUBRO (SEXTA-FEIRA)
11h às 16h30
Brincar de não jogar fora e Brincar de papelão
Local: Arena
Duração: 5h30
Classificação: livre
11h às 15h30
Show As Clês
Local: Piso térreo
Três contações – às 13h15, 14h15 e 15h15)
Classificação Livre
16h
Por que nem todos os dias são de sol?
Local: Sala Itaú Cultural
Capacidade: 224 lugares
Distribuição de ingressos a partir das 14h
Duração: 50 minutos
Classificação: Melhor aproveitado para crianças a partir de 05 anos
Entrada gratuita

17h
Sanfona Aérea
Local: Área externa
DIAS 13 E 14 DE OUTUBRO (SÁBADO E DOMINGO)
14h às 15h30
Brincar de não jogar fora e Brincar de Papelão
Local: Arena
Duração: 1h30
Classificação: livre
Entrada gratuita
Às 16h
Por que nem todos os dias são de sol?
Local: Sala Itaú Cultural
Capacidade: 224 lugares
Distribuição de ingressos a partir das 14h
Duração: 50 minutos
Classificação: Melhor aproveitado para crianças a partir de 05 anos
Entrada gratuita

Das 11h às 16h30
Cantinho da Leitura e Feirinha de Troca
Classificação indicativa: Livre
Piso térreo
Oficinas em sinergia com as mostras em cartaz
Cidades Inventadas
Em sinergia com a Ocupação Paulo Mendes da Rocha
Sábados, 13, 20 e 27, às 15h
Espaço Educativo - Piso -1
Capacidade: 20 participantes
Classificação: livre (melhor aproveitado a partir de 7 anos)
Duração aproximada: 180 minutos

Câmara Escura
Em sinergia com German Lorca: Mosaico do Tempo – 70 Anos de Fotografia
Domingos, dias 14, 21, 28, às 15h
Espaço Educativo - Piso -1
Capacidade para 20 crianças com um acompanhante cada
Duração: 90 minutos
Inscrições: a partir das 13h30
Classificação: livre (melhor aproveitado a partir de 8 anos)
Com interpretação em Libras
Entrada gratuita

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1777
Acesso para pessoas com deficiência física

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox

Sampa Com Crianças no Instagram