Programação especial no feriado nas Bibliotecas e Museus de Sampa

As instituições da Secretaria da Cultura do Estado prepararam programação especial para celebrar a Proclamação da República (15 de novembro) e o Dia da Consciência Negra (20 de novembro). Os feriados terão atividades culturais - dança, contação de histórias, filmes, jogos, oficinas, exposições, poesia, debates música e até aula de Yoga - para todas as idades. Confira a programação:

BIBLIOTECAS 

No dia 15 de novembro, às 16h, a Biblioteca de São Paulo dá início à programação do feriado com a “Hora do Conto”, que apresentará “A verdadeira história dos três porquinhos”, de Jon Scieszka, com interpretação em Libras. No dia seguinte, 16, às 15h, será a vez da contação da história “A fabulosa máquina de amigos”, de Nick Blad, e às 15h30, o “Pontos MIS” promove sessão do filme “Os Xeretas”. No dia 17, às 11h, o “Lê no Ninho” convida crianças de 6 meses a 4 anos e pais para interagir com com livros lúdicos, tablet, contação de histórias e músicas, e às 15h, será oferecida aula de yoga. O domingo, 18, terá “Lê no Ninho” às 11h30 e contação da história “Mata”, de Heloísa Pietro, às 16h. No dia 20, às 16h, será contado “O pássaro encantado”, de Nelson Mandela.
Biblioteca de São Paulo

Avenida Cruzeiro do Sul, 2.630
Estação Carandiru do Metrô – Linha Azul
(11) 2089-0800
Funcionamento: de terça-feira a domingo e feriados, das 9h30 às 18h30
Entrada gratuita
Acessibilidade no local
www.bsp.org.br


Na Biblioteca Parque Villa-Lobos as atividades também começam no dia 15, às 16h, com a contação da história “Como o sol passou a brilhar no mundo, de Gislayne Avelar Matos. No dia seguinte, 16, às 15h, será contado “Chico Juba”, de Gustavo Gaivota. Nos dias 17 e 18, o “Lê no Ninho” acontece às 10h30. Também no domingo, a “Hora do Conto” apresentará “O monstro monstruoso da caverna e A quase morte de Zé Malandro”. Por fim, no dia 20, às 16h, “O baú das histórias”, de Gail E. Haley, será apresentada, e das 14h às 16h acontece o “Sarau das Pretas”, evento artístico-literário protagonizado por jovens mulheres negras atuantes no cenário cultural periférico de São Paulo, que prestarão homenagem às grandes compositoras do samba brasileiro.

Não é necessário realizar inscrição para as atividades, com exceção da aula de yoga, em que as inscrições serão feitas por ordem de chegada.

Biblioteca Parque Villa-Lobos
Avenida Queiroz Filho, 1205, Alto de Pinheiros
(11) 3024-2500
Funcionamento: de terça a domingo e feriados, 9h30 às 18h30.
Acessibilidade no local
Entrada gratuita
www.bvl.org.br


MUSEUS - CAPITAL

No Museu Afro Brasil, a programação começa no dia 17, às 15h, com a “Oficina de Boneca Abayomi”, em que serão propostas, durante a confecção das bonecas, reflexões sobre a identidade afro-brasileira, racismo, preconceito e herança cultural. No dia 20 de novembro, às 13h, acontece o “Encontro com o Artista”, com o quadrinista Marcelo D’Salete, que irá compartilhar sua trajetória, e às 14h30 começam as apresentações do Bloco do Beco e do grupo de maracatu Baque Atitude.

Museu Afro Brasil
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - Pavilhão Manoel da Nóbrega - Parque do Ibirapuera, portão 10 - São Paulo-SP
Tel.: (11) 3320-8900
Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 10h00 às 17h00 (permanência até às 18h00)
Estacionamento pelo portão 3 (Zona Azul)
Acessibilidade no local
www.museuafrobrasil.org.br


O Museu do Futebol realiza, no dia 17, das 10h às 13h, o “Fórum de debate: Futebol e discriminação racial”, com o historiador Marcel Tonini, que traçará uma breve história das tensões envolvendo o racismo no esporte, e o pesquisador Marcelo Carvalho, que apresentará dados do “Observatório da Discriminação Racial no Futebol”; no mesmo dia, às 13h, será realizada uma roda de capoeira. No dia 20, às 12h, o museu comemora a data com o show “A Voz dos Tambores”, do Grupo Afro Bumbo, que traz arranjos musicais dos ritmos ijexá, maculelê, côco, côco de roda, samba de reggae, samba de roda e escola de samba. O show cria uma dramaturgia musical que apresenta a libertação dos escravos, a transformação dos povos e a valorização dos ritmos afro brasileiros. Também no dia 20, às 11h, o público será convidado para um jogo da memória sobre personalidades negras do cenário esportivo, cultural e social e, às 14h, a atividade “Qual é a História?” propõe que os visitantes usem a imaginação para criar novas histórias utilizando cartas com trechos de contos africanos.

Museu do Futebol
Praça Charles Miller, S/N – Pacaembu,  São Paulo- SP
Tel.: (11) 3664-3848
Funcionamento: terça a domingo, das 9h00 às 18h00 (Bilheteria até às 17h00)
R$ 12,00 | Grátis às terças-feiras
Estacionamento na Praça Charles Miller (Zona Azul)
www.museudofutebol.org.br


A Pinacoteca vai celebrar o Dia da Consciência Negra no dia 18 de novembro, com a ação “Arte e Poesia: Gritaram-me Negra”, que levará o público a uma visita à obra Me gritaran negra, da artista afro-peruana Victoria Eugenia Santa Cruz Gamarra, que integra a mostra Mulheres radicais: arte latino-americana 1960-1985, em cartaz na Pinacoteca até o dia 19; seguida de uma escuta ativa da poesia A menina que nasceu sem cor, da poeta paulistana Midria da Silva Pereira. Ao final, os visitantes serão convidados para uma roda de conversa sobre questões acerca da posição da mulher negra na sociedade atual.

Pinacoteca de São Paulo
Praça da Luz, 02
Tel.: (11) 3324-1000
Funcionamento: quarta segunda, das 10h00 às 17h30, com permanência até 18h00
Entrada R$ 6,00 | Meia entrada R$ 3,00 | Gratuito aos sábados
www.pinacoteca.org.br


O Museu Catavento realiza na terça-feira, 20, a monitoria especial “Herança Linguística Africana no Brasil”, sobre as heranças linguísticas que os africanos trouxeram durante o período da escravidão e que se perpetuaram em nosso linguajar. A atividade é recomendada para crianças a partir de 10 anos.

Museu Catavento
Palácio das Indústrias - Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP
Tel.: (11) 3315-0051
Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 9h00 às 17h00 (Bilheteria fecha às 16h00)
Estacionamento pago no local
R$ 10,00 e meia-entrada para estudantes, idosos e portadores de deficiência
Grátis às terças-feiras
Acessibilidade no local
www.cataventocultural.org.br


O Paço das Artes realiza, durante o feriado, duas exibições: no MIS, “Do silêncio à memória”, projeto de Juliana Caffé que propõe construções narrativas como instrumento de reelaboração da memória; e na Oficina Cultural Oswald de Andrade, “Estado(s) de Emergência”, de Diego Matos e Priscila Arantes, diretora artística do Paço das Artes, apresenta obras de 16 artistas contemporâneos que atualizam as narrativas produzidas pelos anos da ditadura civil-militar brasileira. Ambas têm entrada gratuita.


No Museu da Casa Brasileira a programação conta com exposições, oficina e show. De 15 a 20 de novembro, as mostras “32º Prêmio Design MCB”, “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”, “Remanescentes da Mata Atlântica & Acervo MCB” e painéis “Nossa Casa” e “Pioneiros do Design – Percival Lafer” estarão abertas ao público. No dia 17 de novembro, além das exposições, acontece a “Oficina de Desenho”, com Jejo Cornelsen. No dia 18, às 11h, o “Música no MCB” homenageia o Dia da Consciência Negra com o show “O Balanço do Samba”, do grupo Magno Bissoli Quarteto, com canções de sambistas brasileiros, como Paulinho da Viola, Cartola e Djavan.

Museu da Casa Brasileira – MCB
Avenida Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032-3727
Funcionamento: de terça a domingos, das 10h00 às 18h00.
R$ 10 e R$ 5 (meia-entrada); crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos; pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada
Gratuito nos finais de semana e feriados
Acessibilidade no local - Bicicletário com 40 vagas - Estacionamento pago no local
www.mcb.org.br


No Museu da Imigração, em todos os sábados e domingos de novembro, às 11h, acontece a visita temática “Crianças que migram”, em que o público é convidado a conversar sobre infância e processos migratórios. No dia 17, às 15h, a “Oficina Ponto a Ponto” ensina o bordado ponto bullion e suas variações. Dia 18, às 15h, acontece o “Mutirão na Horta”, em que os visitantes ajudam no cuidado e manutenção da horta do museu, além de colherem ervas e hortaliças. Para as duas atividades (dias 17 e 18) as inscrições são gratuitas e devem ser enviadas para o e-mail inscricao@museudaimigracao.org.br. Finalizando, no dia 20, a Performance “Bagagem”, do artista congolês Shambuyi Wetu, retrata a chegada dos imigrantes africanos ao Brasil, às 15h.

Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1.316,  Mooca
Tel.: (11) 2692-1866
Funcionamento: de terça a sábado das 9h00 às 17h00; aos domingos, das 10h00 às 17h00.
R$ 10,00 (meia-entrada para estudantes e pessoas acima de 60 anos | Grátis aos sábados
Acessibilidade no local – Bicicletário na calçada da instituição
www.museudaimigracao.org.br


O Museu da Imagem e do Som - MIS terá atividades para crianças e adultos. Durante todo o feriado, o público poderá visitar a nova exposição “Quadrinhos”, que será inaugurada dia 14 de novembro e apresentará a história das Histórias em Quadrinhos no Brasil e no mundo, com centenas de revistas, artes originais e itens raros de personagens da Turma da Mônica, Tio Patinhas, Mafalda, Mickey Mouse, Mulher-Maravilha, Snoopy, Astro Boy, Garfield, entre outros. Os ingressos antecipados para o primeiro mês da exposição podem ser adquiridos no site e aplicativo da Ingresso Rápido. Os valores são R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). Filmes também fazem parte da programação: no sábado, 17, será apresentado o infantil “101 Dálmatas” e, no domingo, 18, o #Cineciência reproduz o clássico “O Médico e o Monstro”.

Museu da Imagem e do Som – MIS-SP
Av. Europa, 158 - Jardim Europa - São Paulo-SP
Tel.: (11) 2117-4777
Funcionamento: terça a sábado, (fecha às segundas) 10h00 às 21h00 | domingos e feriados, 9h00 às 19h00
Estacionamento pago no local
Entrada gratuita às terças-feiras. Aos sábados, acesso grátis às exposições do térreo e do acervo - consulte os valores dos ingressos das exposições e eventos
Acessibilidade no local
www.mis-sp.org.br


MUSEUS - INTERIOR

O Museu do Café, em Santos, inicia a programação especial no dia 20, às 15h, com o workshop “Matintah e os Bonecos do Brasil”, que ensinará a confeccionar peças artesanais por meio da vivência histórica da cultura popular brasileira. Para participar, é preciso realizar a inscrição no e-mail inscricao@museudocafe.org.br. Na sexta, 23, às 14h, os visitantes poderão participar da roda de conversa “História da Música Popular Brasileira”, que abordará o estilo Lundu, seu desenvolvimento ao Fado e, posteriormente, ao Samba. E no dia 24, às 15h, a oficina “Raízes Africanas: entre o contar e o brincar”, falará sobre a vinda desses povos para o Brasil e a lenda da boneca Abayomi.

No Museu Índia Vanuíre, em Tupã, dias 14 e 16 de novembro, às 10h e às 14h, será exibido o episódio “Matriz Afro”, da série “O Povo Brasileiro”. Nos mesmos dias, às 9h e às 10h, serão realizadas contações de histórias, fábulas e lendas sobre a cultura negra usando recursos lúdicos, como teatralização e fantoches.

A Consciência Negra também é tema da programação do Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão, que terá entrada gratuita no dia 20. Nos dias 17, 24 e 25 de novembro, será apresentada peça de teatro que conta a história “Moça Bonita do Laço de Fita”, com a participação dos próprios visitantes e educadores. No dia 18, às 11h, o “Domingo Musical” realiza o espetáculo “Runsó”, que evoca um campo híbrido entre o universo da mitologia africana, espetáculo ritual e concerto musical, cultura tradicional e erudita. Nos dias 19 e 20, o museu abre para visitação e oferece brincadeiras africanas às 10h30 e às 15h. Também no dia 19, às 19h, Nega Duda sobre ao palco para uma grande roda samba tradicional do recôncavo baiano - ingressos: R$20,00 (entrada inteira), R$15,00 (jordanense) e R$10,00 (meia-entrada).

TEATRO SÉRGIO CARDOSO

Em novembro, a São Paulo Companhia de Dança estreia “O Lago dos Cisnes”, no Teatro Sérgio Cardoso. No feriado, haverá apresentações nos dias 15 (21h), 16 (21h30), 17 (21h) e 18 (18h). O Lago dos Cisnes é um balé com música especialmente composta por Tchaikovsky que estreou em 1877 no Teatro Bolshoi, mas somente em 1895, com nova coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov, para o teatro Mariinsky, em São Petersburgo, se tornou um enorme sucesso. A obra é dançada pelas principais companhias do mundo, desde o final do século XIX.




















Museu do Café - Santos

Rua XV de novembro, 95 - Centro - Santos-SP

Tel.: (13) 3213-1750

Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 9h00 às 17h00 | domingo das 10h00 às 17h00

R$ 10,00| Grátis aos sábados

Acessibilidade no local

http://www.museudocafe.org.br/



Museu H. P. Índia Vanuíre

Rua Coroados, nº 521, Centro – Tupã/SP

Tel.: (14) 3491-2333

Funcionamento: de terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 17h00

Ingresso voluntário

Acessibilidade no local

www.museuindiavanuire.org.br



Museu Felicia Leirner - Campos do Jordão

Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1.880 - Campos do Jordão/SP

Tel.: (12) 3662-6000

Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas) das 9h00 às 18h00

Estacionamento gratuito no local

Cidadãos jordanenses não pagam mediante apresentação de comprovante de residência

Entrada: inteira R$10,00 e meia R$5,00 (estudante e idoso) – gratuita aos domingos

Acessibilidade no local

www.museufelicialeirner.org.br



Teatro Sérgio Cardoso

Endereço: Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista - São Paulo – SP

Telefone: (11) 3288-0136

Funcionamento da bilheteria: terça a domingo, das 14h00 até o início do espetáculo; vendas antecipadas: de terça a sábado das 14h00 às 19h00

Acessibilidade no local

www.teatrosergiocardoso.org.br / vendas pela internet: www.ingressorapido.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adbox

Sampa Com Crianças no Instagram