Green Nation, no Parque Ibirapuera

A 5ª edição do evento tem como objetivo proporcionar aos visitantes experiências interativas, sensoriais e emocionais para pensar, viver, sentir e aplicar a sustentabilidade. A programação, totalmente gratuita, contará ainda com festival multimídia, sessões de cinema, oficinas maker e de cocriação, apresentações de teatro e palestras de especialistas internacionais.


Idealizado em 2012, no Rio de Janeiro, pelo geógrafo e produtor de cinema, Marcos Didonet – com realização do CIMA (Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente) – o Green Nation ocupará, entre 25 e 31 de março, os 10 mil m² do Pavilhão das Culturas Brasileiras do Parque do Ibirapuera.

No total, serão mais de 56 horas de atrações tendo como foco a cidadania planetária em experiências interativas, sensoriais, emocionais e imersivas para todas as idades, em que cada espaço surpreende à sua maneira com o convite de experimentar um novo jeito de pensar, viver e sentir a sustentabilidade. As atividades propõem aos visitantes diversos olhares sobre a água que é rio, mar e gelo e a importância do reflorestamento, do uso integral dos alimentos, da separação correta do lixo, da reciclagem, da singularidade, da biodiversidade, da inovação, da criatividade, das novas economias e da tecnologia.

Experiências - Dentre os destaques, os visitantes poderão, por exemplo, por meio de realidade virtual, sobrevoar regiões brasileiras em uma asa delta , mergulhar através de um submarino no oceano, viajar no tempo em uma nave espacial para trazer códigos genéticos de espécies extintas, ou ainda conhecer como é a rotina dos cientistas brasileiros na Antártica.

Haverá ainda um game de interação – apresentado pela água AMA – sem a necessidade de joysticks, numa ambientação cenográfica que remete a uma casa do semiárido do país. O desafio do jogador será vencer uma série de obstáculos, carregando um balde com água, para coletar o máximo possível do item no açude. Ao final, ele descobre a importância daquela pequena quantidade de água na região e recebe informações sobre como desperdiçamos essa mesma quantidade água em atitudes triviais do dia-a-dia.

Já a instalação Jogue Limpo – apresentada pela Unilever – terá um game imersivo, em que, por meio de sensores e óculos de realidade virtual, o jogador vivencia situações de descarte dos resíduos manipulados e suas consequências, com as diversas possibilidades de destino do material descartado.

Em outra experiência, Pet Vira Pet, o público conhecerá todo o processo de reciclagem que transforma garrafas pet usadas em novas, desde que sejam descartadas corretamente. Já na instalação Canto da Sereia, será possível entender como cada espécie dos oceanos tem sua importância. Nadar como tartarugas, salvar um tubarão, encontrar arraias e se encantar com águas vivas ajudam a compreender que cada vida nos ecossistemas marinhos tem importante papel no futuro do planeta.

Por fim, dentre os destaques, a imersão Caminho do Lixo mostra o lixo percorrendo tubulações e canais até chegar aos rios.

Painéis de Mashup destacam as Novas Economias – O Green Nation terá ainda, em sua programação, painéis reunindo importantes nomes internacionais que apresentarão novos modelos econômicos, que têm trazido reflexões e alterações positivas para pessoas, negócios e o planeta.

Nos painéis, o público terá a oportunidade de conhecer mais sobre os conceitos e as transformações geradas na sociedade pela Economia Circular e o Design Exponencial com o alemão PhD em química, Michael Braungart; aprender sobre “A Economia dos Desajustados” com a escritora, palestrante e pesquisadora norte-americana Alexa Clay, autora do best-seller mundial homônimo e, por fim, conhecer a trajetória da empreendedora sustentável e criadora da marca “Les Tendances d’Emma”, a francesa Emmanuelle Terrier.

Festival Multimídia - O Green Nation receberá por meio de seu site oficial, (plataforma.greennation.com.br) produções nas áreas de fotografia, ilustração, animação, documentário e ficção com as temáticas ambiental, de sustentabilidade ou inovação ambiental. Além de ficarem dispostas no site, todas as obras serão exibidas durante o festival e, no último dia do evento, serão conhecidos os vencedores destas categorias, que concorrem ao “Troféu Green Nation”.

Mostra de Cinema – O público que visitar o Green Nation poderá ainda acompanhar produções cinematográficas em duas mostras simultâneas. O palco do festival receberá documentários de natureza, filmes, atores, produtores e diretores, - sob curadoria do naturalista Lawrence Wahba –, que falarão sobre suas produções, além de homenagear o premiado fotógrafo, documentarista e naturalista brasileiro, Haroldo Palo Jr. Paralelamente, o Green Nation receberá também a Mostra WCFF, parceria internacional com um dos principais festivais de cinema de natureza do mundo, sediado em Nova Iorque e com curadoria de Christopher J. Gervais, diretor do evento, que vai estará presente para bate-papo com público.

Plataforma – “O Green Nation possibilita a participação e engajamento de todos os níveis da sociedade independente de faixa etária ou classes sociais, da iniciativa privada às instituições públicas,  contribuindo no aprendizado e experiências de alto impacto em todas as frentes de atuação disponibilizadas no evento e também ao longo do ano em diversas atividades que são realizadas. Uma plataforma completa e contínua na disseminação da atitude sustentável”, afirma Jairo Soares, CEO da Figtree & Co, empresa corresponsável pela estratégia de inovação e crescimento da plataforma.


GREEN NATION 2019 – PROGRAMAÇÃO


EXPERIÊNCIAS

ASA DELTA (Experiência apresentada pela Enel)
Uma viagem em realidade virtual tendo como foco de abordagem o protagonismo das águas brasileiras. Os visitantes “voam” em uma asa delta sobre águas do mar, dos rios, das lagoas e das cachoeiras, numa viagem emocionante a lugares em que a água é transporte, alimento e energia.

CAMINHO DO LIXO (Experiência apresentada por Ecourbis, Loga e Corpus)
Um cano gigantesco simula uma rua de uma cidade que descarta lixo de forma inadequada, percorrendo tubulações e canais até chegar aos rios. Nesta experiência, os visitantes descobrem os impactos do descarte de resíduos incorreto e as consequências devastadoras. Quando chegam ao “fundo do rio” já sujo e sem peixes, são estimulados a coletar o lixo. A água turva aos poucos se limpa, a vida retorna e o ecossistema se refaz.

CANTO DA SEREIA (Experiência apresentada pela Unilever)
Nesta experiência, com foco em crianças até seis anos, os visitantes terão a oportunidade de compreender mais sobre as belezas do fundo do mar e a importância da preservação constante. Na ambientação, ao nadar com tartarugas, encontrar arraias e se encantar com águas vivas, as crianças e os adultos poderão entender que cada vida nos ecossistemas marinhos tem importante papel no futuro do planeta.

DESIGN DA PERIFERIA
Espaço destinado à mostra reunindo trabalhos de artistas de periferias de várias cidades do Brasil. São apresentadas soluções criativas de objetos para uso cotidiano, elaborados a partir do reaproveitamento de materiais.

ESTAÇÃO AMA (Experiência apresentada pela AMA)
A seca extrema já é realidade em várias partes do Brasil e do mundo. Nessa instalação, o visitante é convidado a imaginar sua vida sem água. Por meio de um jogo, serão propostos vários desafios que reforçam a importância da mudança de hábitos em relação à água que chega a nossas torneiras.

ESTAÇÃO ANTÁRTICA (Experiência apresentada pelo Aché)
Depois de atravessar uma fenda de gelo, o visitante encontrará a Estação Comandante Ferraz, um pedaço do Brasil na Antártica. Esta ambientação mostrará como é viver no frio extremo, sentir a neve e compreender a importância da Antártica para o planeta, com reprodução do laboratório e da moradia dos cientistas. Cada visitante poderá entender os impactos do aquecimento global na vida marinha, além de conhecer a realidade dos pesquisadores brasileiros e a vida na Antártica.

JOGUE LIMPO (Experiência apresentada pela Unilever)
Game imersivo com sensores e óculos de realidade virtual em que o jogador vivencia situações de descarte dos resíduos manipulados e suas consequências, com as diversas possibilidades de destino do material descartado.

NAVE ESPACIAL DO FUTURO (Experiência apresentada por BKR Ambiental)
No ano de 2.200, a Nave Espacial conduzirá os visitantes para uma viagem no tempo, com o auxílio de óculos de realidade virtual. Os tripulantes viajarão até 2018 pousando na floresta do Cantareira (Mata Atlântica). Lá auxiliarão o Cientista Comandante a buscar dados essenciais para reconstruir geneticamente espécies como a onça pintada, maior felino brasileiro, extinta em 2050, e o Jequitibá, uma das árvores mais famosas e importantes da nossa história, extinta em 2048.

PET VIRA PET (Experiência apresentada pela AMA)
Instalação que mostra a importância da logística reversa e sua relação com a economia de água e a redução do lixo no planeta, de um jeito descomplicado a partir de uma máquina de reciclagem de PET. Comprar uma garrafinha é prático, mas qual é o caminho que ela faz depois que hidrata nosso corpo? Este ambiente reforçará a importância do cuidado com o descarte. O público conhecerá os caminhos da reciclagem e as oportunidades para o reaproveitamento do plástico.

NOSSAS ÁRVORES (Experiência apresentada pela Sabesp)
Nesta experiência, o visitante tem a oportunidade de apadrinhar uma muda plantada pela Sabesp por meio do Programa Nascentes, na área do Sistema Cantareira, na represa Cachoeira, em área de reflorestamento. Pelo site do Green Nation, o padrinho/madrinha pode conhecer mais dados sobre a espécie e a região reflorestada, além de compartilhar as informações com os amigos ou realizar atividades em sala de aula.

SABORES E SENTIDOS (Apresentadas pela Unilever)
Numa cenografia que imita um caixote gigante de frutas e legumes, os visitantes descobrem que o Brasil é um dos países que mais desperdiça alimentos no mundo e como acontece o processo de compostagem. Em seguida, o público é convidado a, de olhos vendados, experimentar pratos feitos por ecochefs com aproveitamento integral de alimentos, mostrando o benefício para a saúde e a redução de resíduos para os aterros sanitários.

SINGULARIDADE
O Green Nation terá uma quadra multiuso, onde serão apresentadas modalidades paraolímpicas, como futebol de cinco, vôlei sentado, bocha, rugby, entre outras, com a participação de atletas paraolímpicos e o público visitante.

SUBMARINO
Ambiente audiovisual que simula a imersão em um mar com fauna e flora exuberantes formadas por baleias, tartarugas e muitos peixes. O ambiente, porém, também estará afetado por lixo, pesca predatória, redes de arrasto e poluição. Os “tripulantes” navegam conhecendo o fundo do oceano e compreendendo sua importância para os diversos ecossistemas.

PAINÉIS DE MASHUP – NOVAS ECONOMIAS (Apresentados pela Unilever)
Alexa Clay - A Economia dos Desajustados
Dia 28 de março – Quinta-feira. Das 10h às 11h30
Alexa Clay é uma nova voz que traz uma mensagem ousada e instigante. Clay é coautora do best-seller A Economia dos Desajustados (The Misfit Economy) – nomeado, em 2015, o livro de negócios eminente para se ler, pelo Fórum Econômico Mundial, TechRepublic, The Telegraph e Huffington Post. No livro, Clay entrevista piratas somalis, dealers de Los Angeles, jovens hackers e gângsteres de Nova York; e demonstra que esses desajustados têm mais em comum com os empreendedores do Vale do Silício do que você imagina. Na obra, ela conduz o leitor para dentro dos corações e mentes dos inovadores que trabalham à margem da sociedade; indicada à categoria de Inovação do prêmio Thinkers50, Clay é apaixonada por subculturas e inspira pessoas a repensarem suas suposições sobre engenhosidade. Ela descobriu que o submundo está cheio de inovadores naturais.

Emanuelle Terrier
Dia 29 de março - Sexta-feira. Das 10h às 11h30
Fundada há 10 anos por Emma, a Les Tendances d'Emma é uma marca que tem como principal objetivo reduzir o desperdício. A ex-enfermeira tinha um objetivo: oferecer produtos simples e acessíveis, para que cada um pudesse contribuir um pouco mais para o meio ambiente. Les Tendances d'Emma tem tudo a ver com autenticidade, comprometimento e expertise. A marca oferece produtos reutilizáveis, usados na rotina diária de todos, que são práticos, mas também acessíveis e, o mais importante, ecologicamente corretos. Por exemplo, o Kit Eco Belle que substituiu algodão descartável, o Kit Eco Net que substituiu nossos lenços descartáveis e, finalmente, o Kit Eco Chou que substituiu algodão descartável e lenços umedecidos encontrados em trocadores de bebês. A Les Tendances d'Emma oferece produtos fabricados na França.


Michael Braungart – Design para a Abundância
Dia 30 de março – Sábado. Das 10h às 11h30
No encontro, o alemão PhD em química Michael Braungart mostrará ao público os conceitos “Economia Circular” e “Design para a Abundância”, presente em seu mais recente livro, “The Upcycle: Beyond Sustainability - Designing for Abundance”, escrito em parceria com o arquiteto William McDonough. Dando sequência ao conceito “Cradle to Cradle” (Do Berço ao Berço) que a dupla promoveu na última década, o “Design para a Abundância” trata-se do próximo passo na solução da crise ecológica do planeta, desta vez, propondo utilizar, reutilizar e reciclar recursos com ainda maior eficácia.

Para participar dos painéis de mashup, é necessário efetuar inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

FESTIVAL MULTIMÍDIA
Cineastas, animadores, fotógrafos e ilustradores de todas as partes do mundo, com trabalhos voltados à temática ambiental e/ou de sustentabilidade e inovação social e ambiental, têm até o dia 20 de março para inscrever seus trabalhos na 5ª Mostra Competitiva de Multimídia do Green Nation. O público interessado poderá inscrever seus trabalhos nas categorias Filmes (Animação, Ficção e Documentário), Fotografia e Ilustração virtualmente, por meio da plataforma.greennation.com.br. Já a curadoria para a seleção dos trabalhos desta edição será realizada pelos parceiros do Green Nation, Anima Mundi, ISWA (International Solid Waste Association), Urban Arts e WCFF (Wildlife Conservation Film Festival).
                                                                   
Os vencedores de cada categoria eleitos pelo júri de especialistas e pelo voto popular – que receberão o troféu Green Nation e também prêmios oferecidos pela Fundação Florestal, parceira dessa edição – serão conhecidos em 31 de março, último dia do evento em São Paulo.

MOSTRA DE CINEMA
Olhares transversais sobre as várias questões da sustentabilidade e da cidadania planetária ganham o palco em filmes do Brasil e do mundo. Todas as tardes, o palco do festival recebe documentários de natureza, filmes, atores, produtores, diretores e outros profissionais para dialogar com o público sobre suas produções. Em homenagem póstuma ao premiado fotógrafo, documentarista e naturalista brasileiro, Haroldo Palo Jr, o Festival apresentará dois longas-metragens e um curta-metragem dos principais realizadores do Cinema de Natureza no Brasil, sob curadoria de Lawrence Wahba, renomado documentarista brasileiro que trabalha para Nat Geo. As exibições contarão com a presença dos diretores para um bate-papo com o público. A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation. Programação completa no site do Green Nation.

O Green Nation receberá também, simultaneamente, a Mostra WCFF, parceria internacional com um dos principais festivais de cinema de natureza do mundo, sediado em Nova Iorque e com curadoria de Christopher J. Gervais, diretor do evento, que vai estará presente para bate-papo com público.

TEATRO
Espetáculo Diário de Bitita
Dias 25 e 26 de março – 10h às 11h
O monólogo “Diário de Bitita” é comovente, inspirador, cheio de poesia, humor e espiritualidade. Traz o relato biográfico de Carolina Maria de Jesus. É focado no cotidiano da catadora de papel, mãe de família e mulher negra. O percurso improvável é cheio de acontecimentos surpreendentes com uma visão de mundo original, espontânea e prodigiosa. Com Andréia Ribeiro e adaptação e direção de Ramon Botelho. A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

OFICINAS DE COCRIAÇÃO
De 27 a 31 de março – 11h às 12h
Que tal desenhar o mundo que se quer? Nas oficinas, os participantes desenvolvem novos olhares sobre as atitudes que precisam mudar para construir uma sociedade sustentável. Uma sociedade nova de verdade. Cada um traz suas ideias e trabalham juntos o desafio de como colocá-las em prática.

OFICINAS MAKER
De 25 até 31 de março – 9h às 11h
Nas oficinas, tecnologia, inovação e conhecimento se cruzam e ideias se tornam realidade com o auxílio de ferramentas de verdade e muita criatividade. As sessões convidam o público a mostrar seu lado inventivo e descobrir que dar vida aos conceitos do papel é uma experiência muito divertida. Afinal, nesta área o lema é “faça você mesmo”!
A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

Green Nation 2019 – São Paulo
Datas: de 25 a 31 de março público em geral

Dia 24 março (domingo), a partir das 16h: abertura especial para convidados, patrocinadores, autoridades e imprensa

Parque Ibirapuera - Pavilhão das Culturas Brasileiras
Avenida Pedro Álvares Cabral - Vila Mariana, São Paulo - SP
Acessos: Portões 1 e 2 para pedestres. Portão 10 para veículos


Horários de funcionamento:
- segunda, terça, quinta e sexta-feira: 9h às 17h (fechamento dos portões às 15h)
- quarta-feira: 14h às 17h (fechamento dos portões às 15h)
- sábado e domingo: 10h às 18h (fechamento dos portões às 16h)

Entrada Gratuita
Classificação indicativa: Livre
Site: www.greennation.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sampa Com Crianças no Instagram