EDUCAÇÃO. Dia da Matemática: Como manter a rotina escolar de crianças e jovens durante o isolamento social?

Que a matemática é fundamental para a evolução da humanidade, todos sabemos! Sem ela não existiria nenhum dispositivo tecnológico que conhecemos hoje: computador, celular, tablet etc., e sem dúvida que o dia a dia das pessoas seria muito mais complicado. Ela também está presente na música, por exemplo, e em tudo que fazemos. Mas, como podemos incentivar ainda mais as crianças a se dedicarem ao estudo desta disciplina que é tão essencial para todos?

Com o isolamento social, em que as famílias estão em casa, os pais fazendo home office e as crianças com as aulas online, é importante manter uma rotina para que todas as atividades sejam realizadas com tranquilidade. Muitas escolas estão aplicando homeschooling para dar continuidade ao conteúdo do ano, e de acordo com Elza Midori Yamamoto, Bacharel em Química formada pela USP (Universidade de São Paulo), os pais podem (e devem) aproveitar os momentos juntos para estimular o gosto pela matemática.

"O ensino da matemática deve ser feito de maneira natural e gradativa, pois o estudo da disciplina trabalha a organização, concentração e a criatividade. São habilidades que ajudam as crianças a se tornarem cidadãos mais críticos e conscientes", ressalta Elza.

Segundo a bacharel, demonstrar entusiasmo ajuda a perceber que os pais são parceiros até na hora de estudar. Incentive a perceber que quando se esforça e se dedica ela consegue, e ajude-a a notar suas evoluções, isso ajudará a criar autonomia e a se sentir responsável por seus feitos.

Os pais também podem ajudar na organização da rotina e nas questões práticas como escolher um local iluminado e tranquilo para a realização das tarefas. Ainda de acordo a Elza, que atualmente é gerente do departamento de matemática e responsável pelo desenvolvimento do material didático do Kumon, estabelecer um horário diário para os estudos é fundamental para o contínuo aprendizado.

Segundo a pedagoga Bruna Duarte Vitorino, os pais podem aproveitar o momento juntos para ajudar na organização do estudo, motivar e acompanhar de perto a evolução das crianças. "As pequenas, de 3 anos estão começando a conhecer os números e a contar objetos. Aproveite para inserir as primeiras atividades e iniciar a familiarização com a linguagem da disciplina", ressalta.

A pedagoga aponta que cada faixa etária apresenta uma necessidade na hora do estudo. "Crianças entre 7 e 10 anos já conseguem aprofundar o conhecimento nas operações básicas e podem compreender melhor o papel da disciplina na vida cotidiana. Geralmente neste momento elas começam a aprender a lidar com o dinheiro, fazendo contas de quanto irão gastar na padaria e no supermercado, aprendendo a dar o troco e até como poupar dinheiro", comenta.

"O estudo em casa é muito importante para que o aluno não esqueça o que foi apresentado na sala de aula. Os pais podem ajudar, mas não devem falar as respostas. O papel deles é estimular o raciocínio da criança, finaliza a química.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sampa Com Crianças no Instagram